Banca de QUALIFICAÇÃO: JORGE LUIZ DA SILVA GRANJEIRO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JORGE LUIZ DA SILVA GRANJEIRO
DATA : 19/06/2020
HORA: 09:00
LOCAL: videoconferência RNP
TÍTULO:

A TEATRALIZAÇÃO DO TEXTO COMO PROPOSTA DIDÁTICA NO ENSINO FUNDAMENTAL


PALAVRAS-CHAVES:

Leitura; Escrita; Ensino-e-aprendizagem; Livro didático; Teatralização.



PÁGINAS: 19
RESUMO:

O projeto de pesquisa em tela consiste no estudo da teatralização dos textos do livro didático como recurso ao ensino-e-aprendizado de estudantes do 6.° ao 9.° ano do ensino fundamental brasileiro, a partir dos jogos teatrais de Spolin (2014) e das técnicas teatrais de Boal (1991). Desde as apresentações públicas das tragédias gregas aos diálogos filosóficos da Idade Antiga, a dramatização da poesia estava voltada tanto à moralização, estetização, saúde quanto produção de conhecimento do ser humano. Interpretar de forma rimada e musical proporcionavam aos espectadores o processo de catarse descrito por Aristóteles (1990). Na Escolástica da Idade Média, nasceu o livro didático a fim de formar o clero, sob a limitação do Trivium (gramática, retórica e lógica) e do Quadrivium (aritmética, geometria, astronomia e música). Embora esse ensino pressuponha uma didática, a herança da dramatização grega foi amaldiçoada como exemplo a ser alijado pela Igreja na Idade Média. Somente na Modernidade, principalmente, com Rousseau (1979) e Schiller (1995), a educação estética atinge grau de importância antes encontrada apenas na cultura pagã. De certa forma, Spolin demonstra quanto o jogo, com toda a força mobilizadora e materializadora das energias humanas, pode ter uma extraordinária função pedagógica, traduzindo esse potencial da ludicidade num poderoso instrumento de aprendizagem, enquanto Boal retoma a tradição teatral que é trazida como atividade para dentro do espaço escolar. O teatrólogo lança um olhar específico acerca da arte do teatro, provocando e dialogando com os participantes nos diferentes movimentos e práticas abordadas. Com essas inferências, a teatralização dos textos do livro didático como recurso metodológico se intensifica, tornando-se favorável à intervenção educacional pretendida.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1789719 - ANDREI SANTOS DE MORAIS
Interna - 1190534 - ANA MARIA VIEIRA SILVA
Externo ao Programa - 479459 - ODENILDO QUEIROZ DE SOUSA
Notícia cadastrada em: 09/06/2020 09:48
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação - (00) 0000-0000 | Copyright © 2006-2020 - UFRN - srvapp1.ufopa.edu.br.srv1inst2