Banca de DEFESA: MÁRCIA SABRINA LIMA DE AGUIAR

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MÁRCIA SABRINA LIMA DE AGUIAR
DATA: 13/12/2018
HORA: 09:30
LOCAL: sala 319
TÍTULO: Etnoconhecimento do tratamento de acidentes ofídicos com plantas medicinais em duas comunidades amazônicas, município de Santarém, Pará, Brasil
PALAVRAS-CHAVES: acidentes ofídicos, etnobotânica, indígenas, plantas medicinais, quilombolas.
PÁGINAS: 91
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Biologia Geral
RESUMO: Um dos problemas de saúde pública que mais atinge moradores de áreas distantes da zona urbana são os acidentes ofídicos. O conhecimento tradicional sobre a flora antiofídica tem contribuído significativamente para a comprovação científica sobre as propriedades antiofídicas contidas nos extratos vegetais. O uso das plantas medicinais é um importante recurso terapêutico e uma prática alternativa de saúde especialmente para populações tradicionais, como indígenas e quilombolas. Esta dissertação teve como objetivo investigar o uso de plantas medicinais no tratamento de acidentes ofídicos em duas comunidades tradicionais, a Comunidade quilombola Murumuru e a Aldeia indígena Curucuruí, localizadas no município de Santarém, Pará, Brasil, bem como apresentar o perfil epidemiológico dos acidentes ofídicos notificados no período entre 2005 a 2014, no referido município. Os resultados estão apresentados em capítulos em formato de artigo, precedidos de um capítulo teórico. No primeiro é apresentado o perfil epidemiológico dos acidentes ofídicos, entre os anos de 2005 a 2014, no município de Santarém. O segundo artigo apresenta os tratamentos com plantas medicinais usados nos casos de acidentes ofídicos nas comunidades investigadas. Para coleta dos dados epidemiológicos foi realizado um estudo retrospectivo sobre os casos de acidentes ofídios, no período de 2005 a 2014, com base no Sistema de Informação de Agravos de Notificação, disponíveis no banco de dados do Departamento de Informática e Informação do Sistema Único de Saúde para acidentes ofídicos no município de Santarém, Pará, Brasil. Os dados foram tabulados e analisados através da estatística descritiva. Os dados sobre plantas medicinais e informações sócio econômicas dos entrevistados foram obtidos por meio de visitas domiciliares, com a realização de entrevistas semi-estruturadas, listagem livre e turnê-guiada. As informações adquiridas neste trabalho deverão contribuir com o aumento da compreensão do tema, bem como subsidiar estudos complementares e políticas públicas de atendimento médico às populações tradicionais necessitadas.
MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1794508 - ITAMAR RODRIGUES PAULINO
Interno - 2143267 - JOSE MAX BARBOSA DE OLIVEIRA JUNIOR
Externo ao Programa - 2383596 - HELOISA DO NASCIMENTO DE MOURA MENESES
Notícia cadastrada em: 06/12/2018 14:30
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação - (00) 0000-0000 | Copyright © 2006-2020 - UFRN - srvapp2.ufopa.edu.br.srv2inst1