Banca de DEFESA: MÁRCIA SABRINA LIMA DE AGUIAR

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MÁRCIA SABRINA LIMA DE AGUIAR
DATA : 31/01/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 319, Unidade Amazônia
TÍTULO:

Aspectos epidemiológicos dos acidentes ofídicos, no período de 2005 a 2014, no município de Santarém, Pará, Brasil


PALAVRAS-CHAVES:

acidentes ofídicos, aspectos epidemiológicos, doenças tropicais, Santarém


PÁGINAS: 61
RESUMO:

Os acidentes ofídicos foram incluídos pela Organização Mundial da Saúde, na lista das doenças tropicais negligenciadas que acometem, na maioria dos casos, populações pobres que vivem em áreas fora da zona urbana. Esta dissertação teve como objetivo caracterizar os aspectos epidemiológicos de acidentes ofídicos ocorridos no município de Santarém, Pará, no período de 2005 a 2014Para tal, foi realizado um estudo descritivo, de caráter exploratório e quantitativo. As informações epidemiológicas foram obtidas através do Sistema de Informação de Agravos de Notificação, disponíveis no banco de dados do Departamento de Informática e Informação do Sistema Único de Saúde para acidentes ofídicos no município de Santarém, Pará, Brasil. Foram consideradas as seguintes variáveis: sazonalidade, faixa etária, sexo, escolaridade, raça, tipo de serpente, evolução do caso, classificação final e tempo de picada. O perfil epidemiológico dos acidentes ofídicos no município de Santarém, Pará, ao longo dos dez anos estudados revelou que os indivíduos mais atingidos são do sexo masculino (n = 2.067, 80%), com faixa etária entre 20 a 39 anos (n=2.067, 38%). Predominaram acidentes provocados por serpentes do gênero Bothrops, correspondendo a 61% (n= 2.067) dos registros. A maior freqüência dos acidentes (n= 2067, 52%) corresponde ao período chuvoso no município. Verificou-se que a maioria resultou em cura, correspondendo a 2.021 (n= 2.067, 98%) dos casos e seis (n= 2.067, 0,29%) obtiveram cura com sequela. Foi possível concluir que o perfil epidemiológico dos acidentes ofídicos no município de Santarém, Pará, demonstrou as mesmas casuísticas nacionais encontradas na literatura para as variáveis faixa etária, escolaridade, sexo, gênero da serpente e evolução do caso.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2383596 - HELOISA DO NASCIMENTO DE MOURA MENESES
Interno - 2143267 - JOSE MAX BARBOSA DE OLIVEIRA JUNIOR
Presidente - 1995892 - SIRIA LISANDRA DE BARCELOS RIBEIRO
Notícia cadastrada em: 31/01/2019 07:37
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação - (00) 0000-0000 | Copyright © 2006-2020 - UFRN - srvapp2.ufopa.edu.br.srv2inst1