Banca de DEFESA: SELMIR SOUSA DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SELMIR SOUSA DA SILVA
DATA: 06/12/2017
HORA: 15:30
LOCAL: Campus Rondon - UFOPA
TÍTULO: LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS: A CONTRIBUIÇÃO DA OLP PARA O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA ATRAVÉS DO GÊNERO POEMA NO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
PALAVRAS-CHAVES: Língua Portuguesa, OLP, Leitura e produção de texto, Ensino, Poema.
PÁGINAS: 155
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Letras
SUBÁREA: Língua Portuguesa
RESUMO: Este trabalho tem o propósito de relatar a aplicação da proposta da Olimpíada de Língua Portuguesa (OLP) e avaliar quais as contribuições desta para o ensino dos gêneros textuais, especificamente para o gênero poema no 6º Ano. A aplicação da proposta ocorreu com as turmas do 6º ano A e B, de uma escola pública do município de Santarém do Pará, durante os meses de abril a agosto de 2016. Em forma de relato e com a postura do professor reflexivo, com bases etnográficas, busco reflexões com estudiosos da Língua, tanto na modalidade oral quanto escrita, através de livros, e respostas a vários questionamentos dentre eles: ensina-se o fazer poético? E quais os aspectos ensináveis do poema para o 6º Ano? Assim, as ações realizadas tiveram o objetivo de verificar, na prática, a eficácia da sequência didática proposta pela OLP para o ensino de poema no 6º ano, partindo da perspectiva sociointeracionista da língua. No entanto, houve alterações e intervenções na realização das atividades que compõem as 15 oficinas previstas pela OLP. As discussões teóricas que embasaram esta pesquisa estão centradas nas ideias em especial do filósofo Bakhtin, e há o diálogo com Britto, Antunes, Cosson, Dolz, Schneuwly, Ferrarezi Jr e Carvalho, Freire, Gebara, Geraldi, Kleiman, Marcuschi, Moura, dentre outros. Os resultados apontam para a ampliação do conhecimento do lugar por parte dos alunos e da professora, o que comprova que o estudo de língua especificamente no que diz respeito à leitura e produção textual, quando aproximados do contexto, apresentam melhores resultados. A OLP ao propor que se volte o olhar para não só ver, mas enxergar o lugar onde vivem os alunos, torna-os sujeitos e assim cumpre o seu principal objetivo que é perseguir o iletrismo, no sentido mais significativo do ato de ler. Neste sentido, contribui significativamente para a ampliação do conhecimento e da competência discursiva, tanto na modalidade oral quanto escrita, dos envolvidos diretamente no processo de ensino aprendizagem que são o professor e seus alunos.
MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1190534 - ANA MARIA VIEIRA SILVA
Interno - 1190492 - HELIUD LUIS MAIA MOURA
Externo à Instituição - MÁRCIA CRISTINA GRECO OHUSCHI - UFPA
Notícia cadastrada em: 06/12/2017 08:33
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação - (00) 0000-0000 | Copyright © 2006-2020 - UFRN - srvapp2.ufopa.edu.br.srv2inst1