Banca de QUALIFICAÇÃO: CRISTIANO GONCALVES MORAIS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CRISTIANO GONCALVES MORAIS
DATA : 25/11/2021
HORA: 09:00
LOCAL: via Google meet
TÍTULO:

EXPOSIÇÃO MERCURIAL: PERFIL CLÍNICO-EPIDEMIOLÓGICO DE MULHERES NA REGIÃO DO BAIXO AMAZONAS


PALAVRAS-CHAVES:

Mercúrio; Saúde da Mulher; Intoxicação por Mercúrio.


PÁGINAS: 50
RESUMO:

Mercúrio é um metal pesado que acarreta danos à saúde humana, a exposição mercurial se dá através de meios como a queima da amálgama e na alimentação de peixes contaminados por mercúrio. As mulheres em idade fértil, grávidas ou amamentando fazem parte do grupo de risco e que devem ser acompanhadas; a fim sobretudo de evitar os efeitos que o consumo de peixes contaminados, que podem gerar um quadro clínico de: fraqueza muscular, infertilidade, desregulação hormonal, síndrome do ovário policístico. Além disso, os efeitos da exposição mercurial afetam o feto, no período intrauterino, contribuindo para atrasos e/ou danos ao sistema nervoso, malformações congênitas, e abortos. Na Amazônia brasileira, existe o interesse em investigar a exposição mercurial, dada às atividades antrópicas de mineração na região, assim como, a presença de peixes contaminados que agregam riscos à saúde da população, principalmente devido ao alto consumo de peixes das pessoas da região amazônica. Entendendo que na região do Baixo Amazonas existe uma população ambientalmente exposta e diante dos perigos que a exposição mercurial pode vir a ter em mulheres, esse estudo objetiva avaliar o perfil epidemiológico e clínico de mulheres ambientalmente expostas ao mercúrio na região do Baixo Amazonas, Pará. Trata-se de um descritivo, transversal e quantitativo, que será realizado com base nos dados coletados no período de 2016 a 2019 de 327 mulheres residentes na área urbana e ribeirinha de Santarém, na região do Baixo Amazonas. Para tanto será feito a análise das variáveis sociais, demográficas, alimentares, antropométricas, clínicas e laboratoriais. Assim como, será feita a análise da concentração do mercúrio no sangue, considerando “expostas” as mulheres com mais 10 μg/L de mercúrio no sangue, seguindo os valores de referência estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde. Será feita a análise estatística descritiva e inferencial destas variáveis no software Statistical Package for Social. Espera-se que os dados adquiridos no presente estudo sirvam para caracterizar o perfil de exposição de mulheres na região, assim como, indique os perigos do mercúrio a gestações futuras das mulheres expostas


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2383596 - HELOISA DO NASCIMENTO DE MOURA MENESES
Externa ao Programa - 2210058 - MARINA SMIDT CELERE MESCHEDE
Interno - 1190556 - RICARDO BEZERRA DE OLIVEIRA
Notícia cadastrada em: 22/11/2021 23:20
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação - (00) 0000-0000 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - srvapp2.ufopa.edu.br.srv2sigaa