Banca de DEFESA: JONES PAULINO DE SOUZA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JONES PAULINO DE SOUZA
DATA : 12/04/2019
HORA: 16:00
LOCAL: LAM
TÍTULO:
ANÁLISE DE ERROS EM CÁLCULO: METODOLOGIA DE INVESTIGAÇÃO APLICADA COM ALUNOS DA UFOPA

PALAVRAS-CHAVES:

Erro, Cálculo Diferencial e Integral, Análise de Erros


PÁGINAS: 84
RESUMO:

O erro não é somente o efeito da ignorância, da incerteza, do acaso, mas o efeito de um conhecimento anterior, que agora se constitui um obstáculo (Brosseau apud (CURY, 2007)). Com esse entendimento, o estudo de erros, das suas causas, pode auxiliar os alunos em suas dificuldades e os professores na compreensão e diminuição das repetências e evasões escolares (FELTES, 2007). Um componente curricular da academia que apresenta um alto índice de reprovação e abandono é o Cálculo Diferencial e Integral, disciplina tradicional que tem preservado sua estrutura original e que apesar de, em alguns casos, ter o seu ensino explorado com os mais variados recursos didáticos, observa ainda que alguns erros continuam freqüentes entre os alunos quando da solução de derivadas e integrais (MARIANI, 2005). Com isso, o trabalho aqui apresentado objetivou investigar os erros cometidos por acadêmicos do curso de Licenciatura Integrada em Matemática e Física, de Licenciatura Integrada em Biologia e Química, e de professores em formação continuada do Profmat 2018 da UFOPA, na cidade de Santarém durante o segundo semestre letivo de 2018 na solução de um teste de Cálculo. A investigação baseou-se na análise dos erros, uma metodologia de investigação que utiliza as três fases da análise de conteúdo de (BARDIN, 2002): a pré-análise, a exploração do material e o tratamento dos resultados. Seguindo essas fases, procurou-se classificar e analisar os erros cometidos por esse grupo de alunos, apresentar os resultados obtidos e discutir as possíveis dificuldades dos alunos em itens que seguem padrões de órgãos nacionais de elaboração. As respostas apresentadas no teste, as opiniões dadas nos questionários de alunos e professores envolvidos na pesquisa mostraram que as dificuldades de assimilação do Cálculo permanecem e relacionados a conhecimentos de matemática básica, como na simplificação de frações algébricas e na dificuldade de representar um problema algebricamente, assim como em conceitos básicos da disciplina (limites, derivadas e integrais). Desta forma, a análise de erros permitiu detectar, pelas respostas dadas no teste e nos questionários, as principais dificuldades dos alunos em Cálculo.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 324704 - EDILAN DE SANT ANA QUARESMA
Interno - 1890858 - LENILSON MOREIRA ARAUJO
Presidente - 1426002 - MARIO TANAKA FILHO
Notícia cadastrada em: 11/04/2019 18:30
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação - (00) 0000-0000 | Copyright © 2006-2023 - UFRN - srvapp1.ufopa.edu.br.srv1sigaa