Banca de DEFESA: MAYKON SULLIVAN DE JESUS DA COSTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MAYKON SULLIVAN DE JESUS DA COSTA
DATA : 02/09/2020
HORA: 15:00
LOCAL: Laboratório do Programa de Ciências Exatas - LPCEX
TÍTULO:

ANÁLISE PEDAGÓGICA DO EXAME DE ACESSO AO PROFMAT: REFLEXÕES SOBRE A AVALIAÇÃO E FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA


PALAVRAS-CHAVES:

Formação de Professores, Avaliação, Teoria Clássica de Testes, ENA 2019 e Matemática.


PÁGINAS: 110
RESUMO:

O presente trabalho objetiva analisar descritivamente, as respostas dos professores/candidatos submetidos ao Exame Nacional de Acesso (ENA), Edital 2019 do Profmat, candidatos na Universidade Federal do Oeste do Pará, utilizando os parâmetros da Teoria Clássica de Testes, para realização de uma reflexão sobre a formação docente do professor de Matemática e o processo avaliativo ao qual esses professores foram submetidos . O ENA 2019 contém itens que abordam domínios de Matemática da Educação Básica, justificando a importância desse trabalho em revelar quais domínios importantes da Educação Básica os professores apresentam desempenho abaixo do esperado levando em conta o processo avaliativo utilizado. Metodologicamente, iniciou-se o trabalho com uma seleção literária na perspectiva de solidificar os fundamentos teóricos. Dentre as obras escolhidas destacam-se as dos autores Hoffman (2005), Luckesi (1990), Rabelo (2013) e Pasquali (2017). Sequencialmente, prosseguiu-se para a caracterização da amostra a ser analisada, tabulando as respostas coletadas nos cartões resposta para realizar o tratamento dos dados e com isso gerar a análise utilizando os parâmetros da Teoria Clássica dos Testes. Tal estudo mensurou, em âmbito regional, o desempenho dos professores/candidatos respondentes, expressos pelo índice de dificuldade, correlação ponto bisserial, análise gráfica e pedagógica dos itens respondidos por esse grupo, além de diagnosticar se o ENA tem conseguido aferir satisfatoriamente, os conhecimentos necessários ao ingresso no Profmat, através do índice de discriminação e índice de precisão do item. Esse tratamento dos dados possibilitou, uma reflexão sobre alguns aspectos a serem levados em conta na formação inicial e continuada do professor de Matemática submetidos a um processo avaliativo utilizado por eles em seu trabalho docente. Revelando mais fortemente, a falta de habilidade coletiva dos professores em questões mais laboriosas que tratam de Equações do 2° grau e Probabilidade, panorama preocupante, visto que mesmo esse desempenho tendo sido reflexo de uma formação acadêmica deficiente, esses professores têm contato diário com esses conteúdos, pois são os responsáveis em ministrar aulas sobre esses domínios na Educação básica. Esse desempenho dos professores/candidatos demonstrou também que o Exame enquanto processo avaliativo com vistas a seleção e classificação dos mesmos não está cumprindo seu objetivo com eficiência, fato constatado pelas análises em que mais da metade dos itens da prova apresenta alguma limitação ao não discriminar apropriadamente os sujeitos mais proficientes nos domínios dos demais. O trabalho está estruturado da seguinte forma: nas seções iniciais aborda-se os aspectos teóricos sobre Avaliação, Formação do Professor de Matemática e Teoria Clássica dos Testes. Em seguida, o detalhamento da Metodologia utilizada, os sujeitos e lócus da pesquisa. Na seção seguinte, estão os principais resultados obtidos da análise e tratamento dado as respostas dos professores. Por fim, as considerações finais.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1426002 - MARIO TANAKA FILHO
Interno - 1432784 - JOSE RICARDO E SOUZA MAFRA
Externo à Instituição - DAMIAO PEDRO MEIRA FILHO - IFPA
Notícia cadastrada em: 31/08/2020 20:46
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação - (00) 0000-0000 | Copyright © 2006-2020 - UFRN - srvapp1.ufopa.edu.br.srv1inst2