Banca de DEFESA: DARLENE SEABRA DE LIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DARLENE SEABRA DE LIRA
DATA : 13/09/2022
HORA: 09:00
LOCAL: Remota- plataforma Google meet
TÍTULO:

POLÍTICA PÚBLICA DE EDUCAÇÃO BILÍNGUE (LIBRAS/PORTUGUÊS) EM SANTARÉM – PARÁ: O QUE SINALIZAM OS SURDOS


PALAVRAS-CHAVES:

Políticas Públicas de Educação. Educação bilíngue (Libras/Português). Estudantes Surdos. Libras. Santarém-PA.


PÁGINAS: 164
RESUMO:

O tema desta pesquisa versa sobre a Política Pública da Educação Bilíngue (LIBRAS/Português), com recorte espacial para o município de Santarém-Pará. Os estudantes Surdos têm direito ao aprendizado dos conteúdos de todas as disciplinas nas escolas, porém, as escolas, considerando os marcos legais e normativos, precisam implantar uma educação bilíngue para estudantes Surdos e também precisam conhecer sobre as identidades, cultura Surda, língua de sinais e visuais. Os estudantes Surdos possuem mais facilidades de aprendizado e entendimento do mundo dos surdos através de métodos visuais. Partindo dessa premissa, esta investigação questionou: Como estudantes Surdos egressos aprenderam na educação inclusiva, segundo a Metodologia Pedagógica Surda ou a Metodologia Pedagógica Ouvinte? As respostas foram recolhidas nos depoimentos de sete estudantes Surdos egressos de escolas públicas estaduais, com o objetivo de investigar o que sinalizam os Surdos sobre as políticas públicas educacionais bilíngues (Libras/Português) enfatizadas por meio do Decreto 5.626/2005 (Art.14 § 1º) e a Lei 13.146/2015 (Art. 28 - IV). A metodologia dessa pesquisa pautou-se pelos princípios qualiquantitativos, cujo procedimentos foram de natureza bibliográfico-documental, bem como através de entrevistas semiestruturas e indicadores da política educacional. Os resultados da pesquisa sinalizam para os olhares dos próprios Surdos acerca da educação bilíngue no município de Santarém. Na ótico dos estudantes Surdos, não há inclusão linguística o que compromete o direito à igualdade de um ensino de qualidade. Observou-se nos depoimentos que, apesar, de estarem inseridos em escolas que se anunciavam como inclusivas, haviam negligências que impossibilitam ações que poderiam refletir em uma nova história educacional na vida dos Estudantes Surdos. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1713679 - EDNEA DO NASCIMENTO CARVALHO
Interno - 1153363 - JUAREZ BEZERRA GALVAO
Interno - 324704 - EDILAN DE SANT ANA QUARESMA
Externa à Instituição - ANA REGINA E SOUZA CAMPELLO - INES
Externa à Instituição - WILMA PASTOR DE ANDRADE SOUSA - UFPE
Notícia cadastrada em: 31/08/2022 14:12
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação - (00) 0000-0000 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - srvapp1.ufopa.edu.br.srv1sigaa