Banca de DEFESA: BRUNO CALZAVARA FLORES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BRUNO CALZAVARA FLORES
DATA: 06/11/2018
HORA: 18:00
LOCAL: Sala 319, Unidade Amazônia
TÍTULO: Contribuições Teóricas sobre Quintais: Memória (Bio)Cultural, Vinculação Afetiva e Qualidade de Vida
PALAVRAS-CHAVES: Agrobiodiversidade. Etnoecologia. Vinculação Afetiva. Qualidade de Vida. Memória biocultural.
PÁGINAS: 68
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO: Os quintais são complexos sistemas de produção de insumos alimentares, espalhados ao longo das regiões de clima tropical, nos quais se encerram modos de vida específicos que resistem à amnésia biocultural da modernidade e conservam seu sistema tradicional de conhecimentos. Além disso, eles também detêm um grande potencial como meio promotor da melhoria na qualidade de vida de seus usuários e populações circunvizinhas, seja no campo ou na cidade, que carece de pesquisas científicas. Dessa forma, esta dissertação objetivou investigar as bases teóricas capazes de dar conta de entender a complexidade desses agroecossistemas e a relação dos mecanismos coletivos de perpetuação do conhecimento acumulados nos quintais com estudos de qualidade de vida e bem-estar subjetivo. Encontrou-se que há uma relação intrínseca entre memórias cultural e biocultural e as avaliações sobre o bem-estar subjetivo e qualidade de vida, na medida em que possibilitam o mergulho no universo de sentido dos sujeitos para apreender os elementos que exercem influência sobre eles e sobre os quais nutrem vínculo identitário determinante de modos de vida específicos. Em agroecossistemas de quintais, ainda há carência de estudos que considerem a subjetividades desses sistemas de produção, em especial em bases teóricas como a etnoecologia, a vinculação afetiva e a qualidade de vida, apesar do crescimento nas últimas décadas, principalmente na área de ciências de plantas. Porém, ainda há a necessidade de se investir em pesquisas científicas que adotem abordagens integrativas e interdisciplinares. Assim, pode-se reduzir obstáculos psicossociais que limitam o alcance e a operacionalização de instrumentos que contribuam na proposição de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento das cidades e melhoria das condições de vida da população a partir desse modo de produção.
MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1964235 - HELIONORA DA SILVA ALVES
Interno - 1552900 - IANI DIAS LAUER LEITE
Externo ao Programa - 1520271 - JOAO RICARDO VASCONCELLOS GAMA
Externo ao Programa - 1342283 - JORGIENE DOS SANTOS OLIVEIRA
Interno - 1776327 - THIAGO ALMEIDA VIEIRA
Notícia cadastrada em: 30/10/2018 14:57
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação - (00) 0000-0000 | Copyright © 2006-2021 - UFRN - srvapp2.ufopa.edu.br.srv2inst1