Banca de QUALIFICAÇÃO: WANDICLEIA LOPES DE SOUSA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: WANDICLEIA LOPES DE SOUSA
DATA: 22/02/2018
HORA: 17:00
LOCAL: Sala 319, Unidade Amazônia
TÍTULO: AGRICULTURA FAMILIAR E PESCA ARTESANAL: O PROTAGONISMO FEMININO NOS BAIRROS MAICÁ E PÉROLA DO MAICA, EM SANTARÉM, PARÁ, BRASIL
PALAVRAS-CHAVES: Agricultura Familiar, Pesca Artesanal, Protagonismo Feminino.
PÁGINAS: 62
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO: Este trabalho faz uma análise de um estudo de caso que discute as relações econômicas e socioambientais do ofício de mulheres pescadoras artesanais/agricultoras familiares dos bairros Maicá e Pérola do Maicá em Santarém-Para, e o papel que exercem na subsistência e segurança alimentar de suas famílias, contribuindo diretamente para o desenvolvimento da região amazônica. Sua produção é baseada no uso equilibrado dos recursos naturais, assegurando a existência de bens naturais para as presentes e futuras gerações. Tem como objetivo compreender: a participação feminina na economia local; como a mulher tem colaborado para a segurança alimentar da região; e, como suas atividades de trabalho têm fomentado o desenvolvimento e melhoria da qualidade de vida local, em especial, das mulheres. Como aporte metodológico utilizou-se da pesquisa quantitativa para descrever o perfil socioeconômico das pescadoras artesanais e agricultoras familiares; a pesquisa qualitativa para auxiliar na análise das informações coletadas no grupo pesquisado possibilitando interpretação minuciosa dos fenômenos; para aprofundamento do estudo será utilizado elementos da pesquisa etnográfica com a finalidade de observar a dinâmica de convívio social, familiar e organizativo do grupo pesquisado; pesquisa descritiva buscando estudar as questões e oferecendo uma análise mais aprofundada dos fatos; e, o estudo de caso, que vem retratar questões mais delicadas, por meio do uso de dados que demonstram as diferentes formas de perceber o espaço. Como resultado, pretende-se que a pesquisa possa servir de suporte de empoderamento de grupos locais, e meio de informação para subsidiar discussões sobre o modelo de desenvolvimento adotado na região amazônica e na elaboração de políticas públicas que ordenem o desenvolvimento social, econômico e ambiental desse território. Conclui-se defendendo que o trabalho realizado pelas mulheres do Maicá e Pérola do Maicá são de grande importância para a economia local, e apontam várias formas possíveis de uso do território.
MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1776327 - THIAGO ALMEIDA VIEIRA
Interno - 1963407 - RUBENS ELIAS DA SILVA
Externo ao Programa - 2142828 - DANIELLE WAGNER SILVA
Notícia cadastrada em: 21/02/2018 15:09
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação - (00) 0000-0000 | Copyright © 2006-2020 - UFRN - srvapp2.ufopa.edu.br.srv2inst1