Banca de QUALIFICAÇÃO: ROGERIO RIBEIRO DE SOUZA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ROGERIO RIBEIRO DE SOUZA
DATA: 01/12/2017
HORA: 09:00
LOCAL: CFI, Sala 332
TÍTULO: PALINOLOGIA DOS MÉIS DE MELIPONÍNEOS (APIDAE: MELIPONINAE) EM QUATRO COMUNIDADES INSERIDAS NA RESERVA EXTRATIVISTA TAPAJÓS/ARAPIUNS, BAIXO AMAZONAS, PARÁ, BRASIL
PALAVRAS-CHAVES: Melissopalinologia. Abelhas sem ferrão. Flora meliponícola.
PÁGINAS: 110
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Botânica
SUBÁREA: Morfologia Vegetal
ESPECIALIDADE: Palinologia
RESUMO: O presente trabalho apresenta o projeto e os resultados parciais da avaliação melissopalinológica do mel de três espécies de meliponíneos [Frieseomelitta longipes (Smith, 1854), Melipona (Melikerria) interrupta Latreille, 1811 e Melipona (Michmelia) seminigra aff. pernigra Moure & Kerr, 1950] coletado em quatro comunidades da Reserva Extrativista Tapajós-Arapiuns (Anã, Solimões, Suruacá e Vila Franca). Objetivou-se caracterizar botanicamente o pasto meliponícola usado na nutrição das abelhas sem ferrão, com o propósito de fornecer informações aos manejadores desses insetos e promover a conservação da biodiversidade da região e, consequentemente, o aumento da produção dos subprodutos derivados da atividade destes meliponíneos. Até o momento foram processados os méis coletados durante 10 meses em todas as quatro comunidades. Já foram encontrados 101 tipos polínicos diferentes nas amostras de mel de Frieseomelitta longipes, abelha estudada nas comunidades de Anã e Solimões. Dominaram nessas amostras os tipos polínicos pertencentes à família Fabaceae. Nas comunidades de Vila Franca e Suruacá, nas quais estão sendo estudadas as espécies M. interrupta e M. seminigra aff. pernigra, foram identificados 56 tipos polínicos, dos quais 12 tipos polínicos foram compartilhados entre as duas espécies estudada. As famílias Anacardiaceae, Burseraceae, Melastomataceae e Myrtaceae destacaram-se por contribuírem de forma importante na alimentação de ambas as espécies de melíponas. Esse trabalho apresenta brevemente o andamento das pesquisas nessas comunidades e introduz um capítulo específico sobre revisão dos tipos polínicos listados em trabalhos melissopalinológicos no Brasil, entre 2005 e 2017.
MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2143267 - JOSE MAX BARBOSA DE OLIVEIRA JUNIOR
Externo ao Programa - 1046172 - GRACIENE CONCEICAO DOS SANTOS
Externo ao Programa - 1056561 - VANESSA HOLANDA RIGHETTI DE ABREU
Notícia cadastrada em: 20/02/2018 15:40
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação - (00) 0000-0000 | Copyright © 2006-2020 - UFRN - srvapp1.ufopa.edu.br.srv1inst2