Banca de QUALIFICAÇÃO: BRUNO CALZAVARA FLORES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BRUNO CALZAVARA FLORES
DATA: 23/02/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 319, Unidade Amazônia
TÍTULO: A ARTE DE VIVER NOS QUINTAIS DE BELTERRA-PA
PALAVRAS-CHAVES: Agrobiodiversidade. Etnoecologia. Vinculação Afetiva. Qualidade de Vida. Memória Biocultural
PÁGINAS: 80
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO: Esta dissertação objetiva compreender o papel de saberes e práticas desenvolvidas por mantenedores de áreas de quintais periurbanos no município de Belterra-PA na expressão de sua qualidade de vida, analisando aspectos etnoecológicos e cognitivos que exercem influência no modo de vida e na dinâmica de produção desse espaço. A área de estudo compreende as Zonas Especiais de Segurança Alimentar definidas pelo Plano Diretor Participativo do município, sendo os quintais amostrados a partir de dados do Cadastro Municipal de Produtos e Produtores Rurais mantido pela Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento de Belterra. Foi calculada a diversidade total de espécies e definido três grupos de análise em função dessa, nos quais serão estudados 50% dos quintais em cada grupo, totalizando 59 unidades familiares. Na medida em que o ambiente, as trajetórias agrícolas e as formas de organização social configuram as formas locais de manejo da paisagem e dos recursos fitogenéticos, será realizada uma caracterização etnoecológica dos quintais por meio de entrevistas semiestruturadas e turnê guiada. Também serão estudados os aspectos cognitivos relevantes na manutenção do vínculo afetivo entre pessoa e esse ambiente, utilizando ainda a ferramenta dos mapas mentais. Essas informações serão fundamentais para se contextualizar a avaliação da qualidade de vida dos participantes por meio de questionário previamente estruturado. Os resultados serão trabalhados em três capítulos em formato de artigo, precedidos de três capítulos teóricos que juntos compõe o estado da arte da pesquisa. No primeiro espera-se descrever as percepções e conhecimentos ecológicos locais sobre a agrobiodiversidade e sobre os espaços. Já o segundo artigo pretende identificar e descrever o conjunto de fatores cognitivos que contribuem para a manutenção do vínculo afetivo de mantenedores aos seus quintais. Enquanto que o último artigo busca discutir os aspectos que exercem influência na qualidade de vida desses sujeitos. Os dados obtidos serão submetidos à análise estatística descritiva por meio de matrizes binárias, análise de triangulação, e análises multivariadas. Espera-se compreender objetiva e subjetivamente o espaço dos quintais belterrenses, seus elementos constitutivos, bem como os sujeitos que os criam e mantêm, além dos parâmetros cognitivos que conduzem esse processo de criação ao longo do tempo e as dimensões que influenciam na sua qualidade de vida para se entender as demandas de políticas públicas nesse segmento, capazes de colaborar com o desenvolvimento sustentável local.
MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1964235 - HELIONORA DA SILVA ALVES CHIBA
Interno - 1552900 - IANI DIAS LAUER LEITE
Interno - 1794508 - ITAMAR RODRIGUES PAULINO
Externo à Instituição - RODRIGO ALEIXO BRITO DE AZEVEDO - UFMT
Interno - 1776327 - THIAGO ALMEIDA VIEIRA
Notícia cadastrada em: 16/02/2018 08:56
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação - (00) 0000-0000 | Copyright © 2006-2020 - UFRN - srvapp1.ufopa.edu.br.srv1inst2