Banca de QUALIFICAÇÃO: GEILA SANTOS DE SOUSA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GEILA SANTOS DE SOUSA
DATA: 25/10/2017
HORA: 08:30
LOCAL: Unidade Amazônia, Sala 332 – 3º piso
TÍTULO: Meio Ambiente e Educação Socioambiental: a Percepção de Educadores nas Escolas Públicas em Santarém Pará
PALAVRAS-CHAVES: Meio Ambiente. Educação Socioambiental. Práticas Pedagógicas.
PÁGINAS: 133
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO: A presente pesquisa tem como objetivo principal analisar a percepção de Meio Ambiente e Educação Socioambiental dos educadores e seus reflexos nas práticas pedagógicas de Educação Ambiental desenvolvidas na Escola Pública do Município de Santarém - Pará. A proposta metodológica desta pesquisa constitui-se de cunho quantitativo e qualitativo, compreendida como um estudo de caso, e apresenta, como instrumentos de coleta de dados, questionários semiestruturados e entrevistas semiabertas com professores, gestores e especialistas em educação de duas escolas estaduais de Santarém-Pará, denominadas nesta pesquisa como “escola A” e “escola B”, considerando as seguintes categorias de análise: 1 Conhecimento em relação à Educação Socioambiental; 2 Contribuição da escola na Educação Socioambiental. Para a tabulação de dados e plotagem utiliza-se o programa Google Forms. As atividades iniciais foram realizadas através de distintas etapas, sendo elas: definição do lócus da pesquisa; visita às escolas selecionadas para conhecimento da realidade local e exposição dos objetivos; e aplicação de pré-teste. A partir do estudo das concepções teóricas sobre Meio Ambiente e Educação Ambiental, sobre o Projeto Político Pedagógico, sobre as legislações educacionais e, diante das primeiras aplicações de questionários e entrevistas com os gestores, professores e especialistas da educação das escolas selecionadas, os resultados preliminares adiantam a percepção, pelos educadores, da educação socioambiental como mecanismo de compreensão da vida natural associada à vida social, como forma de preservar o meio ambiente para as gerações atuais e futuras. Entende-se, também, que ainda a concebem como tema periférico, demonstrando não compreender e não aplicar a transversalidade. Nessa perspectiva, a pesquisa contribuirá para aprofundar enfoques empíricos e científicos, com vistas à perpetuação de estudos, e para compreensão do necessário envolvimento entre meio ambiente, educação ambiental, educação socioambiental com as práticas de ensinagem e aprendizagem, tanto para docentes como para discentes de instituições de ensino e demais pesquisadores.
MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - GENYLTON ODILON REGO DA ROCHA - UFPA
Presidente - 115.081.242-72 - MARIA DE FATIMA MATOS DE SOUZA - UFPA
Interno - 709925 - MARIA MIRTES CORTINHAS DOS SANTOS
Notícia cadastrada em: 24/10/2017 09:42
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação - (00) 0000-0000 | Copyright © 2006-2020 - UFRN - srvapp1.ufopa.edu.br.srv1inst2