Banca de QUALIFICAÇÃO: THIAGO JUNIO COSTA QUARESMA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : THIAGO JUNIO COSTA QUARESMA
DATA : 19/12/2019
HORA: 15:00
LOCAL: Sala 319, Unidade Amazônia
TÍTULO:

INFLUÊNCIA DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO NA QUALIDADE DA ÁGUA DO IGARAPÉ IRURÁ, SANTARÉM – PA


PALAVRAS-CHAVES:

Revisão sistemática, uso e ocupação de solo, corpos hídricos superficiais urbanos, qualidade da água.


PÁGINAS: 65
RESUMO:

O efeito do crescimento populacional gera problemas de ordens sociais, econômicas e ecológicas, com reflexos que podem ser percebidos quando avaliado as mudanças no uso do solo, pois anualmente esse fenômeno se amplifica, alterando a paisagem com objetivo de atender as necessidades humanas. Dentre essas alterações, pode-se perceber, a infraestrutura viária, moradia e comércios, que alteram a impermeabilização do solo, consequentemente, o ciclo hidrológico local e o microclima, além das funções e serviços do ecossistema. Esse processo atinge os corpos hídricos e todo o ecossistema aquático, reduzindo a vegetação das margens. Nesse sentido, o objetivo geral desse trabalho foi realizar uma revisão sistemática dos estudos sobre urbanização e qualidade da água no Brasil, bem como avaliar a influência do uso e ocupação do solo na qualidade da água de um corpo hídrico urbano do município de Santarém, Pará, Brasil. Para responder esses objetivos a dissertação será dividida em dois capítulos, que estão no formato de artigos. Capítulo 1: Realizar o levantamento acerca dos principais estudos que abordam urbanização e qualidade da água no Brasil, através de uma revisão sistemática, seguindo o protocolo PRISMA-P, busca nos principais bancos de dados de artigos publicados na última década, que estivessem ligados diretamente a temática, analisados sistematicamente através de 27 recomendações pré-determinados, apresentando um retrato das pesquisas e metodologias utilizadas no Brasil. Capítulo 2: Para avaliar a influência do uso e ocupação do solo na qualidade da água, um corpo hídrico, foi selecionado na área urbana do município de Santarém, Pará. Serão coletadas amostras de água do corpo hídrico, em seis locais diferentes, iniciando na nascente, essa coleta se repetirá a cada bimestre e contabilizará quatro campanhas durante o ano, acompanhando as alterações sazonais do corpo hídrico. As coletas das amostras atenderão aos padrões determinados no Guia Nacional de Coletas e Preservação de Amostras. Serão avaliados parâmetros físicos, químicos e bacteriológicos. A análise das mostras será realizada em laboratório particular, assinado por profissional habilitado. Para avaliação dos resultados das amostras da água, será calculado o Índice de Qualidade de Água (IQA), que utiliza nove parâmetros. Para o uso do solo, será delimitada a bacia hidrográfica do igarapé, avaliando as principais alterações ocorridas na última década, considerando as características da cobertura do solo. Como resultado espera-se dispor de uma avaliação dos efeitos do processo de urbanização na qualidade de água do corpo hídrico, tornando-se base para criação de propostas de gestão de corpos hídricos urbanos, principalmente na região amazônica.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2143267 - JOSE MAX BARBOSA DE OLIVEIRA JUNIOR
Externa à Instituição - KARINA DIAS DA SILVA - UFPA
Externo à Instituição - LEANDRO SCHLEMMER BRASIL - UFPA
Externa ao Programa - 2143148 - QUEZIA LEANDRO DE MOURA GUERREIRO
Interno - 1776327 - THIAGO ALMEIDA VIEIRA
Externa ao Programa - 1776668 - YNGLEA GEORGINA DE FREITAS GOCH
Notícia cadastrada em: 09/12/2019 16:10
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação - (00) 0000-0000 | Copyright © 2006-2021 - UFRN - srvapp2.ufopa.edu.br.srv2inst1