Banca de QUALIFICAÇÃO: MARIA ALICE BIZAN

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARIA ALICE BIZAN
DATA : 09/12/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Sala virtual.
TÍTULO:

ESTUDO ETNOZOOLÓGICO EM COMUNIDADES TRADICIONAIS DA RESERVA EXTRATIVISTA TAPAJÓS-ARAPIUNS, OESTE DO PARÁ, AMAZÔNIA BRASILEIRA


PALAVRAS-CHAVES:

Unidade de Conservação, cienciometria, conhecimento tradicional, fauna, região Amazônica.


PÁGINAS: 72
RESUMO:

O presente trabalho apresentado em dois capítulos, tem por objetivo investigar as relações do homem com a fauna silvestre em uma Unidade de Conservação na Amazônia brasileira, avaliando possíveis riscos de perda da cultura dos povos tradicionais, bem como a falta de alimento e superexploração da fauna. No primeiro capítulo será apresentado os resultados de uma análise cienciométrica sobre das tendências e lacunas da etnozoologia no Brasil a partir da base de dados Web of Science no período de 1999 - 2019. Na análise cienciométrica foi investigado os principais periódicos no tema, a distribuição da pesquisa etnozoológica no Brasil de acordo com o tema de estudo, frequência e correlação das palavras-chave contidas nos trabalhos e as tendências temporais das publicações. Foram recuperados 178 artigos, dos quais por motivos de exclusão gerada por refinamento e incompatibilidade ao tema, foram utilizados 117 artigos para a análise.  Foi observado o ano de 2016 como de maior número de publicações; a zooterapia com maior ocorrência dentre as subáreas da etnozoologia acessadas; a região nordeste com a maior quantidade de publicações, as quais foram produzidas principalmente pela parceria firmada entre Instituições de Ensino Superior - IES ali fixadas (UFRP, UEPB, URCA), visando alavancar estudos etnozoológicos e formação de recursos humanos capacitados; forte relação entre as palavras “etnozoology” e “conservation”, dentre as correlações das palavras-chave nos estudos, destacando a importância da etnozoologia como ferramenta de conservação dos recursos naturais e manutenção das culturas; e co-citações entre as IES dentre os artigos selecionados, o que de fato, corroborou para a afirmação supracitada, de que algumas instituições buscam se fortalecer a partir de publicação conjunta ou citação de trabalhos desenvolvidos na mesma região. Assim, o primeiro capítulo evidenciou lacunas e tendências dessa ciência, podendo auxiliar futuros pesquisadores interessados na área. O segundo capítulo, ainda em processo de construção, investiga as utilizações da fauna silvestre nas comunidades tradicionais Mentai e a Pascoal, localizadas na RESEX Tapajós-Arapiuns, zona rural do município de Santarém, estado do Pará, Brasil. O artigo está sendo proposto com o intuito de apresentar resultados sobre a utilização de animais a partir de usos na produção de artesanatos, alimentação, zooterápicos, fins mágico-reliosos, dentre outros. A coleta de dados ocorrerá a partir de entrevistas semi-estruturadas a serem realizadas com comunitátios locais, utilizando-se do método bola de neve para a seleção dos mesmos. Além das entrevistas, mediante referencial bibliográfico, será feito um inventário dos animais mais citados pelos entrevistados, a fim de conhecer aqueles que sofrem maior ou menor pressão dentro da UC.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1995892 - SIRIA LISANDRA DE BARCELOS RIBEIRO
Interno - 1963407 - RUBENS ELIAS DA SILVA
Interno - 2143267 - JOSE MAX BARBOSA DE OLIVEIRA JUNIOR
Externa à Instituição - KARINA DIAS SILVA - UFPA
Notícia cadastrada em: 01/12/2020 14:32
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação - (00) 0000-0000 | Copyright © 2006-2021 - UFRN - srvapp2.ufopa.edu.br.srv2inst1